22°

Capanema, PR

Tenha uma ótima sábado, 21/05/2022

Notícias

A Usina Hidrelétrica Baixo Iguaçu realiza o monitoramento de peixes em sua Área de Influência

Sexta, 04 de Fevereiro, 2022

A Usina HIdrelétrica Baixo Iguaçu por meio do Subprograma de Monitoramento da Ictiofauna, realiza em sua Área de Influência o monitoramento de peixes em pelo menos 16 pontos de amostragem entre os trechos no rio Iguaçu e nos tributários, rio Monteiro, Andrada, Capanema, Silva Jardim, Floriano e Gonçalves Dias.

 

Esta atividade tem o objetivo de levantar dados sobre a comunidade de peixes da área de influência da UHE Baixo Iguaçu. O intuito é conhecer a composição e gerar informações que permitam avaliar alterações na estrutura, distribuição, abundância, biologia e ecologia dos peixes. Além disso, permite acompanhar as alterações sazonais e espaciais na comunidade de peixes.

 

Durante a fase pós-enchimento foram obtidos 54 registros de espécies de peixes capturadas na área amostral. Dentre as espécies registradas no monitoramento, 22 são endêmicas do rio Iguaçu, 19 são nativas e 08 são exóticas à bacia.

 

Destaque para o rio Silva Jardim, onde se localiza a estação amostral com maior densidade de ovos e larvas de peixes ao longo das amostragens durante a fase de operação do empreendimento.

Grande concentração de larvas encontradas em uma amostra de ictioplâncton, dezembro de 2021   

 

Larva em estágio pós-flexão de Anostomidae durante o monitoramento de ictioplâncton, setembro de 2021

 

 

 

UHE Baixo Iguaçu retoma atividades do Programa Educação Ambiental (PEA) - Fase III​

A Usina Hidrelétrica Baixo Iguaçu realiza o monitoramento de peixes em sua Área de Influência​

Período de restrição à pesca de espécies nativas no Paraná - a Piracema.​

Consulta Pública Virtual do PACUERA​

Biodiversidade na Região da UHE Baixo Iguaçu​